Poesias

CORRENTEZA



CORRENTEZA


As águas de março
são águas passadas,
perdidas como as matas
onde cantavam os sabiás

O riacho foge para o rio,
O rio para o mar,
E o mar?


Morre lentamente
Com água na boca.

Marion Cruz


Cadastre-se para receber dicas, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "440811" no campo.