Poesias

ESCAFANDRO

Marion Cruz


Vejo o mar ao longe
embalando sonhos.
São meus, teus e do mundo.
Pássaros sobrevoam o meu olhar,
borboletas colorem o verde dos morros
e as pitangas vermelhas adoçam
a saudade de minha infância.
Gosto do cheiro de lugares novos,
também de sentir o perfume da saudade
que chega com o vento
carregando lembranças
para os quatro cantos de meu corpo.
Enquanto a melodia das ondas
inundam a minh`alma,
sigo mergulhando profundamente
nos segredos de minha existência.
Talvez no infinito de meus oceanos
encontre as repostas para minhas inquietudes.
Talvez nas entrelinhas de meus versos
encontre fôlego para abandonar o escafandro
e tocar o mundo com mãos nuas.

fev/2015


Cadastre-se para receber dicas, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "570412" no campo.